domingo, 6 de maio de 2012

O que tenho aprendido...

Que a vida é um constante aprendizado muitos de nós sabemos, mas quem dessa maioria se dá um tempo pra pensar no tem realmente apreendido com ela? Não muitos!

Porém, hoje me permiti sentar aqui em frente ao pc e me questionar a respeito. Tenho aprendido com a vida o quê, nestes últimos meses?

Compreendi que algumas pessoas não se pode levar a sério, porque são pessoas que não se dão valor necessário e que por isso te subestimam, te rotulam pelo que pensam de si mesmas, ou por aquilo que são e nem mesmo elas se deram conta. Também percebi que parceria nada tem a ver com amizade, mas que pode sim ter, e que tem tudo a ver com cumplicidade e respeito.

Que pra chegarmos onde pretendemos é preciso dedicação, esforço e algumas renúncias. E que o que houver de difícil passa, pois os obstáculos são transponíveis quando se tem garra e vontade.

Que a escola é um lugar maravilhoso que deveria existir sempre pra nós que ansiamos por saber, sem distinções quanto ao credo, nível sócio-econômico ou cor da pele... a criança deveria crescer continuando pura quanto a conceitos pré-concebidos.

Ensinar é também aprender, pois que neste vasto mundão as experiências vividas são variadas e na interação entre pessoas "sempre há um pouco que fica daquele que passa e um pouco que ele leva de nós".

Que sou capaz de ser ainda mais motivada ao ensino e que sempre é possível conhecermos um professor, em meio a tanta desvalorização, que te surpreenda por se importar com os alunos, por ser apaixonado pelo que faz, por estar atualizado e se atualizando em maneiras diferentes de te apresentar conhecimentos.

Ando muito contente com as experiências vividas diariamente! Que continue assim e eu firme e forte nos meus propósitos!

Pensamento de P. Freire

"Sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca, não aprendo nem ensino"."A educação necessita tanto de formação técnica e científica como de sonhos e utopias".

Paulo Freire

Empirismo


Precursor: Aristóteles (384-322 a.C.)
Pesquisa iconográfica: Josiane Laurentino. Foto: The Bridgeman/Keystone
Sustenta que o conhecimento está na realidade exterior e é absorvido por nossos sentidos. O professor é quem detém o saber. O aprendizado é obtido por meio da cópia, seguida de memorização.

Trecho de livro comentado
"As virtudes, portanto, não são geradas em nós nem através da natureza nem contra a natureza. A natureza nos confere a capacidade de recebê-las, e essa capacidade é aprimorada e amadurecida pelo hábito."
Aristóteles, no livro Ética a Nicômaco

Comentário
O autor critica o inatismo, chamando a atenção para o fato de que não é a "natureza" a responsável por nossos saberes (no trecho, chamados de "virtudes"). Para Aristóteles, os conhecimentos são absorvidos como resultado da prática - quando se tornam hábito.



Mais conteúdo???

Fonte:http://revistaescola.abril.com.br/formacao/formacao-continuada/inatismo-empirismo-construtivismo-tres-ideias-aprendizagem-608085.shtml?page=1.